O QUE FAZER NUM PRIMEIRO ENCONTRO

Quem é que não fica nervoso num primeiro encontro? Não importa quantos tenhas tido, o “friozinho na barriga” é sempre o mesmo porque estamos prestes a comunicar com alguém que não conhecemos e, obviamente, queremos passar a melhor impressão possível. Um primeiro encontro traz também a possibilidade de uma nova relação amorosa, o que obviamente gera expectativa e algum nervosismo. No artigo de hoje, quero partilhar contigo o que deves fazer num primeiro encontro.

O QUE FAZER NUM PRIMEIRO ENCONTRO

Mantém-te ocupada até ao momento do encontro

É natural que sintas alguma ansiedade até ao momento do encontro. Estares a viver essa ansiedade e estares focada no que vai acontecer nas próximas horas não vai trazer-te qualquer benefício – no máximo, vai fazer com que fiques ainda mais nervosa e que percas as próximas horas a criar expectativas que podem deturpar completamente o resultado do teu encontro.

Para te manteres descontraída, o ideal é que te mantenhas ocupada. Sempre que for possível, não alteres as tuas rotinas e continua normalmente o teu dia. Se não for possível, podes também aproveitar para fazer uma atividade que te deixe relaxada e serena, para que possas desfrutar do momento da melhor forma possível.

Se possível, escolhe uma situação na qual te sintas confortável

Para que te sintas o mais segura e confortável possível, tenta escolher o local e o programa para o vosso primeiro encontro. Novamente, poderes optar por um sítio que conheças vai fazer com que estejas muito mais descontraída num primeiro encontro. O mesmo para o programa. Imagina que a outra pessoa quer ir fazer algo que não te deixa particularmente entusiasmada, como ir jogar bowling. Se nunca tiveres jogado bowling, é possível que te sintas ainda mais nervosa, o que vai afetar o teu humor e a tua disposição neste primeiro encontro. Idealmente, o programa deve ser mais leve e neutro, a menos que já saibam efetivamente alguma coisa um sobre o outro. 

Sê autêntica e mostra a tua melhor versão de ti mesma

O ideal é que este primeiro encontro seja uma experiência positiva e memorável para ambos, por isso, opta por mostrar a melhor versão de ti mesma. Sorri, faz elogios, mostra o teu verdadeiro eu, esforça-te para estar focada no momento e está atenta à tua linguagem corporal. Garante, também, acima de tudo que estás a ser autêntica e evita mentiras. É normal que num contexto de primeiro encontro, queiras parecer alguém interessante, mas evita mentir ou exagerar sobre as tuas partilhas. Caso a relação se transforme numa relação a longo prazo, vais ter de gerir e lidar com tudo o que disseres neste primeiro encontro, por isso lembra-te que a sinceridade compensa.

Certifica-te também que não estás sempre a falar na negativa. “Não gosto disto, não quero aquilo para mim, não é isto que idealizo”. Não te foques naquilo que não gostas ou não queres ou vais acabar por nunca vais mostrar ao teu companheiro aquilo que efetivamente queres e efetivamente gostas. Estares sempre focada na negativa vai também passar a imagem de que não és uma pessoa positiva, algo que pode nem ser o caso.

Mostra interesse na outra pessoa e faz perguntas.

É comum que nos primeiros encontros queiramos partilhar mais sobre nós, o que faz com que muitas vezes nos esqueçamos de fazer perguntas. Fazer perguntas faz com que estejamos a mostrar interesse na outra pessoa e isso é chave para causarmos uma 

excelente impressão. Por isso, faz perguntas quando a outra pessoa estiver a falar sobre si ou a partilhar experiências. Pergunta também pelos seus favoritos: séries favoritas, filmes favoritos, pratos favoritos…  Este tipo de partilhas, por norma, geram identificação e pontos em comum, que ajudam consequentemente a gerar proximidade.

Contudo, tem cuidado no tipo de perguntas que fazes. Evita política, religião e temas de opinião igualmente controversos. Sem dúvida que, caso entrem numa relação a longo prazo, estes temas vão ser importantes, no entanto será que no primeiro encontro faz mesmo sentido? Podem gerar-se desconfortos e constrangimentos realmente graves, de forma completamente desnecessária, já que nesta fase nem sabes se a relação vai efetivamente continuar.

Não fales sobre relações passadas.

Falar sobre relações passadas só vai passar a ideia de que não estás preparada para avançar para um nova relação. Além disso, lembra-te que aquilo que dizemos sobre as outras pessoas, diz mais sobre nós próprios do que sobre os outros. Mesmo que seja para enaltecer algum ponto da tua relação anterior, evita falar sobre o passado. Mostra-te focada no futuro.

Evita também expor-te demasiado. Quando o ambiente se torna mais íntimo, é possível que te comeces a sentir confortável o suficiente para partilhar vivências mais pessoais, o que muitas vezes faz com que o primeiro encontro se transforme numa sessão de terapia. Atenção a isso, cada partilha a seu tempo. Estares a mostrar-te extremamente vulnerável num primeiro encontro pode não ser a melhor opção – podes até assustar o teu companheiro.

Desfruta!

Acima de tudo, foca-te em desfrutar deste primeiro encontro. Não estejas preocupada com tudo ao mais ínfimo detalhe e aproveita o ambiente que ambos vão criar. Evita estar demasiado preocupada com os detalhes, caso contrário não vais conseguir estar focada (nem desfrutar!) da outra pessoa. Essa é mesmo a dica crucial deste artigo!


Caso queiras trabalhar na forma como te relacionas e saber como chegares ao relacionamento que mereces, inscreve-te no Código do Amor. Neste curso, vais ter acesso às estratégias e aos segredos que te vão permitir viver um amor profundo e verdadeiro, reconquistando a tua conexão e garantindo a autenticidade. Vou estar à espera para te receber! https://pt.eneacoaching.com/lovecode

SE GOSTOU, PARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on skype
Share on print

Deixe uma resposta