8 COISAS A FAZER ANTES DE CASAR PARA GARANTIR UMA UNIÃO FELIZ E DURADOURA

Mais do que preparar um casamento lindíssimo e memorável para ambos, é importante que garantas também que vais viver uma união feliz e duradoura. Para isso, é importante que conheças profundamente o teu companheiro e que já tenham tido a oportunidade de viver experiências que realmente desafiem a relação. Neste artigo, vou falar-te sobre 8 coisas que deves fazer antes de casar para garantires que estão preparados para dar este passo, e que serão um casal feliz e saudável.

 

8 Coisas a fazer antes de casar

Falar sobre filhos.

Esta é a conversa mais importante que deves ter antes de casar. Certifiquem-se que estão na mesma página no que toca a crianças e se querem ou não ser pais. Pode parecer algo muito simples, mas são muitos os casais que casam sem conversar sobre este assunto ou com a ideia que um dos intervenientes vai mudar de ideias, o que acaba por nunca acontecer e, obviamente, comprometer a relação. Sejam honestos com a forma como se sentem sobre este assunto e caso não estejam em concordância, sejam também honestos sobre o quão flexíveis são relativamente a este tema.

Conhecer os valores de cada um.

Antes de se casarem, é importante que conheçam os valores de cada um. Discutam sobre política, religião, valores e rituais no que toca à educação dos vossos filhos, caso seja algo que ambicionem, valores no que toca ao que pretendem a relações, etc. Isto não significa que tenham de ter a mesma opinião, mas é importante que saibam como respeitar a opinião um do outro e que consigam estar em paz com o fato do vosso companheiro ter uma ideia diferente da vossa.

Falar sobre a situação financeira

Infelizmente, muitos casais têm algum receio de falar sobre a vida financeira, no entanto este é um ponto fundamental para garantir que não existem surpresas, especialmente no que toca a dívidas, investimentos e situações que possam afetar o futuro de ambos. Dependendo do regime de união pelo qual vais optar, a vossa vida financeira estará dividida, por isso evita comprometer-te sem garantires que conheces quaisquer constrangimentos que possam surgir.  Falem também de como planeiam dividir as despesas enquanto casal, se ainda não o fazem, e de como planeiam que seja o vosso estilo de vida a nível financeiro. 

Conviver com o círculo de amigos de ambos.

É importante que conheças o círculo de amigos do teu companheiro e que tenhas oportunidade de perceber como é que o teu parceiro se comporta neste ambiente. Isto, porque, tendemos a ser naturalmente honestos e autênticos quando estamos perto do nosso grupo de amigos. Se o comportamento do teu companheiro for diferente quando está com os seus amigos face a quando está contigo, podes estar perante um sinal de alerta. Por outro lado, os seus amigos também dizem muito sobre a pessoa que o teu companheiro é. Obviamente que os nossos amigos têm personalidades distintas da nossa, no entanto, por norma escolhemos pessoas com valores similares aos nossos. Existe também outro ponto muito positivo: criar relações com as pessoas que são importantes para o nosso companheiro vão ajudar-vos a criar uma ligação ainda mais profunda.

Ser íntimos.

Este hábito está cada vez mais datado, mas existem mulheres que ainda optam por não ter relações sexuais até ao dia do casamento. Ainda que, muitas vezes, estas motivações sejam de força maior, compreende que é importante que saibas o quão compatível és com o teu companheiro a nível sexual. Ao contrário do que possas pensar, a sexualidade é importantíssima numa relação. Se não existir uma ligação e conexão e, acima de tudo, se não estiverem na mesma página, o casamento pode fracassar.

Viver juntos.

É cada vez mais comum os casais viverem juntos antes de casal e, ao contrário do que possa parecer, este passo faz todo o sentido ser dado neste timing. Viver juntos é o derradeiro teste de compatibilidade. É neste cenário que conhecemos os hábitos mais verdadeiros do nosso companheiro e que somos sujeitos aos primeiros conflitos. Ter este conhecimento antes de casar é importantíssimo para que possas perceber se ambos são compatíveis, tanto dentro da relação como dentro de uma casa. Vais conseguir perceber como gerem os conflitos, como são em questões de arrumação e limpeza, como funcionam na divisão de tarefas e na divisão monetária e até perceber o quão confortável te sentes com o teu companheiro num contexto de partilha total. Infelizmente, muitos casais terminam por não ter tido esta experiência e este conhecimento antes do casamento.

Viajar juntos.

Se não tiverem a oportunidade de viver juntos antes do casamento, façam pelo menos uma viagem juntos. Planear uma viagem é naturalmente stressante e ajuda a perceber como funcionam numa vida juntos, ainda que num cenário idílico. Vão aprender imenso um sobre o outro e sair da vossa zona de conforto, o que é sempre interessante, independente do momento em que o façam. Novamente, é fora da zona de conforto que surgem os primeiros constrangimentos e é importante que percebas como lidam com eles antes de dares um passo mais permanente.

Se correste esta lista até ao final e tu e o teu companheiro já passaram por todas estas experiências e o resultado foi sempre positivo, espera-te, com certeza, um casamento extremamente feliz e duradouro. Se ainda não tiveste oportunidade de viver tudo isto com o teu companheiro, não te preocupes – estás com certeza a tempo. No entanto, lembra-te que todos estes pontos são importantes para que o teu casamento seja sólido, por isso tenta garantir que sabes o máximo possível sobre o teu companheiro e a vossa compatibilidade, para não correres o risco de ver as tuas expectativas defraudadas.

Caso queiras continuar a trabalhar na tua relação, sugiro-te que te inscrevas no Código do amor , o curso que te vai ajudar a melhorar ainda mais o relacionamento que já tens com o teu companheiro e a levá-lo ao próximo nível de serenidade e felicidade. Inscreve-te já e começa já a perceber como podes ser ainda mais feliz dentro da tua relação!

SE GOSTOU, PARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on skype
Share on print

Deixe uma resposta